O que eu aprendi de Finanças Pessoais… Observando a outros

Aos meus avós, de quem aprendi a ser como sou
Em minha família me ensinaram, desde criança, que antes de opinar devia ouvir. Aprendi a observar e a sonhar. Pode ser que seja deste jeito que sou alguém quieta, intervengo pouco, em uma discussão, a menos que tenha algo valioso a dar.
Isto me fez ser uma pessoa com certa acuidade visual e auditiva. Deste jeito, me dei conta de que algumas vezes as coisas não são como parecem, ou como a gente as quer ver de perto. Que há percepções e opiniões diferentes sobre as mesmas situações. Ouvindo os adultos, desde criança, aprendi que assimilar pontos de vista diferentes nos assistência a formar um critério. Esse ensino vem sendo uma das mais valiosas da minha existência, já que me ajudou a elaborar uma mente extremamente analítica.
Dizem que nem se poderá experimentar em cabeça alheia, e é verdade. Porém tú poderá sim estudar com os outros: as situações que outros vivem – e como as tratadas – e o exemplo que nos dão.
Através de acompanhar, ouvir e calar, como dizia a minha abita, eu aprendi com os outros, muitas coisas que me permitiram controlar melhor meu dinheiro e as minhas finanças pessoais.
De pequeno, tocou-me observar como muita gente perdeu tudo após o terremoto de 1985 e teve que viver em casas de campanha um ótimo tempo, sobre o terreno, que antes ocupava o prédio em que habitavam. Isso me impressionou extremamente. Deste modo aprendi a importância de ter um seguro de moradia: nunca lhe passaria isto para a minha família.
Também fui testemunha de muitas brigas em moradia por dinheiro e aprendi que os casais têm que apresentar e afirmar objetivos comuns. Meu pai estresaba bastante quando abria o estado de conta de cartão de crédito e viu tudo o que havia sido gasto. Trabalhava mais para pagar essas dívidas, e a toda a hora conseguiu, contudo da forma mais difícil.
Entretanto também houve contrastes. Meus avós, não obstante, eram muito organizados pela gestão do dinheiro. Tudo o faziam de uma forma metódica e planejada. Alguma vez localizei um livro em que o meu api fazia teu orçamento e os gastos que iam tendo em cada ordem. Uma página por ordem, pra cima o valor atribuído, logo depois, os gastos com a sua data. Nunca se passavam, em nenhuma. Era fantástico. Aprendi, então, a importância de construir um orçamento e de ser disciplinado em nosso despesa.
Todavia a experiência me deu muito mais. Na faculdade, perdi um dos meus melhores amigos da escola. O que tiveram que tirar porque o pai perdeu todo o teu dinheiro em um negócio que nem deu direito. Isto foi só o começo: a família desmoronou e a origem de tudo isto foi a ausência de dinheiro. Aprendi que é significativo nem apostado tudo em um negócio, porém pra assumir riscos calculados.
Tocou-Me também enxergar o lado contrário: pessoas que que ele começou a dirigir-se bem e, como conseqüência, iniciou uma vida cheia de luxos, além de suas possibilidades. Outro ótimo amigo era uma pessoa como eu, contudo de repente a sua família começou a encaminhar-se bem: comprou uma amplo casa, veículos do ano, jogos e muitas novas coisas. Isso me dava entusiasmo. Até que ele e tua família decidiram que não estavam à tua altura – e quebrou a amizade. Aprendi com isto que o dinheiro também podes tirar o pior de nós mesmos.
Curiosamente, alguns anos depois, descobriu-se que teu pai devia até a camisa: tudo isto foi construído sobre as fundações de papel. Aprendi, então, o que significa almejar ter um hábitos de vida que não podemos pagar.
Em término, na minha vida, aprendi bastante sobre isto finanças pessoais – o que se deve e não se deve montar, através da experiência de outros: de ser testemunha de uma porção de sua história de vida.
Entretanto nem é a observação pura, o que me permitiu estudar, no entanto a análise e a reflexão sobre aquilo que tenho visto ou ouvido. Isso é o que constrói o pensamento próprio, o que nos forja o critério e o que nos permite tomar botar tudo aquilo que vimos pra fazer a nossa própria história.

4 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.