50 milhões de euros para a transformação digital

O Conselho de Administração da entidade pública empresarial Rede.é aprovou o Plano Estratégico e Operacional para os anos 2017-2020, em que estão previstos no projeto e execução de mais de oitenta projetos para os próximos três anos.
Aposta na transformação digital
Os planos de Rede.é passar por impulsionar a transformação digital da sociedade espanhola, através de iniciativas inovadoras e vertebradoras em colaboração com parceiros públicos e privados. “O Plano Estratégico assenta-se sob os pilares de referência em digitalização e transformação tecnológica, excelência na gestão interna, projeto e execução de programas e digitalização, como razão de ser da entidade, com a orientação para a sociedade, empresas e administrações públicas”.
Além disso, o Conselho de Administração de Rede.é aprovou outros assuntos de importância, como a aprovação do acordo de colaboração com o ICEX para a gestão do Brazil Tech Center (STC), de São Francisco/Silicon Valley, Estados Unidos, co-financiado em 50% entre ambas as entidades para o período 2017-2020. “O STC é uma referência do empreendimento, em San Francisco, e entre suas principais funções está a facilitar o pouso das empresas portuguesas de base tecnológica no mercado norte-americano”.
Plano de Auxílios
Por último, o Conselho de Rede.é deu luz verde para a convocatória de ajudas públicas para o apoio a programas de formação de economia digital. “Trata-Se da concessão de apoios através de concorrência competitiva a instituições educacionais e universidades para a formação de estudantes na área da economia digital. O objetivo é a criação de novos perfis profissionais que permitam modernizar o tecido produtivo do país e que potenciem as indústrias TIC do futuro”.
O orçamento máximo destinado aos programas que satisfaçam as bases da convocatória, que será financiada com recursos do Fundo Social Europeu, é de dois milhões de euros e o valor limite por entidade beneficiária será de 200.000 euros. Além disso, o prazo máximo para a conclusão das ações prevê que os programas de formação se concluam até 31 de dezembro de 2019, enquanto que a documentação de apoio poderá apresentar até 30 de junho de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.