Débito x Crédito – Por Que Prefiro Usar Cartões de Crédito ou de Débito?

Através da década de noventa, os bancos têm dado um robusto impulso ao uso do cartão de débito como meio de pagamento, fazendo com que muitos usuários tenham que escolher entre débito x crédito.
Os cartões de débito, sem dúvida, trazem grandes benefícios para a administração de nossas Finanças Pessoais: são um meio de acesso pra os recursos de nossa conta corrente ou poupança, nossos gastos se refletem no estado de conta mensal, nos impedem de portar dinheiro, etc.
Cartões de crédito, melhor entendidas, também são um meio de pagamento (veja mais aqui). Um é utilizado pra pagar compras, e aguarda a data de corte para que chegue o estado de conta e pagá-las ao banco antes da data limite (que normalmente é de vinte dias após a data de corte). Um cartão de débito que se vê exatamente idêntico a uma de crédito (a menos que, pela maior parte das vezes, não têm os números gravados, mas impressos). A diferença, é que quando se usa um cartão de débito, o dinheiro instantaneamente é retirado de tua conta corrente ou poupança. É falar, nem há facturas que pagar depois.
Até mesmo em estabelecimentos comerciais, cartões de débito, já que não exigem o uso do PIN (número secreto) como nos caixas automáticos, basta, como cartões de crédito, com a assinar uma nota promissória e pronto (mesmo que a transação ainda é realizada de forma eletrônica).
Em nosso país a gente estava acostumada ao emprego de cartões de débito pra ter acesso aos caixas eletrônicos. É portanto que dispõe havido uma grande promoção pra tentar criar com que o público utilize diretamente em estabelecimentos comerciais afiliados, meta que foi cumprida, em interessante capacidade, todavia que nem vem sendo fácil.
Sem demora, a maioria dos clientes que utilizam cartão de débito em estabelecimentos comerciais o fazem por causa de não têm um cartão de crédito, ou bem, pra paz mental, o que significa pagar as compras com seus próprios recursos, ao invés de pedir emprestado.
Contudo, nós existimos pessoas que vemos as coisas do lado oposto e que o foco de débito x crédito continuamos preferindo este último. Usamos os cartões de crédito nem só pro “colchão” que dão: a chance de utilizar o dinheiro de outro (o banco), ao longo do tempo em que se realiza a compra, até o momento em que é pago o saldo total marcação no estado de conta. Também são muito mais seguras.
Não faz extremamente tempo, todos os especialistas em Finanças Pessoais estavam firmemente deste lado. Ninguém podia confiar como as pessoas preferia utilizar um cartão de débito que força a pagar de maneira imediata, quando são capazes de usar um cartão de crédito e pagar em até dentro de um mês ou mês e meio, período no decorrer do qual esses recursos estariam ganhando interesses. No entanto, outros especialistas gradualmente começaram a privilegiar o débito x crédito, por razões psicológicas melhor do que financeiras.
É discursar, como algumas decisões financeiras que tomamos, escolher utilizar um cartão de débito ao invés de um cartão de crédito tem que acompanhar mais com o nosso sentimento para com o nosso dinheiro (nem ter dívidas, obter com nossos próprios recursos disponíveis no instante) do que com a economia. Desde então, os cartões de crédito têm muito mais sentido do sinal de visão econômico. No entanto do sinal de vista do indivíduo, as coisas tendem a ser diferentes. Em efeito: há muitas pessoas que não podem utilizar cartões de crédito, pelo motivo de gasta sem controle.
Débito x Crédito – Riscos de segurança com os cartões
Muitas pessoas fazem uso seus cartões de débito, pelo motivo de tratam de gastar menos e viver uma vida menos complicada. Tentam usá-lo para compras importantes, porém só conseguem fazê-lo dentro do limite pela disposição em lojas que, por segurança, são estabelecidos os bancos.
Mas, até aqueles que gostam de usá-los precisa-se levar em conta alguns grandes pontos negativos delas, que dizem respeito à segurança e aos que nem fazem nada pra protegê-lo se tú compra um item ou serviço que nem lhe sirva.
Como mencionado acima, já não é necessário o emprego do PIN (número confidencial) com cartões de débito, de modo que é mais fácil para os ladrões gerar compras por telefone ou rodovia Internet: simplesmente têm que ter o nosso número de cartão, data de validade e código de segurança, e já está. E com cartões de débito, o dinheiro sai diretamente de nossa conta no instante da compra. Dessa forma, até que descubramos o erro e a acontecer o esclarecimento, será dinheiro fora do nosso bolso durante um agradável tempo.
Até mesmo um cartão de crédito roubado, podes arruinar, literalmente, nossas finanças no curto tempo, já que conseguem gerar cheques devolvidos por ausência de fundos, com a consequente comissão altíssima cobradas pelos bancos por este conceito.
Débito x Crédito – Eliminar cobranças fraudulentas ou não realizados
Por este conceito, os cartões de crédito ganham mais uma vez. Os bancos geralmente “congelam” o valor do esclarecimento até que o conteúdo se tenha finiquitado. Com os cartões de débito não ocorre o mesmo: o nosso dinheiro é retido até que possa ser emitido um problema a nosso favor (se conseguirmos).
Por que isto acontece? É bastante fácil: usar um cartão de débito é como pagar na hora, em dinheiro. A diferença é que já não temos que ir ao caixa eletrônico por ele, no entanto que o valor da compra é debitado automaticamente na linha a nossa conta corrente ou poupança.
A proteção extra que oferecem cartões de crédito, além disso, poderá ser valiosa. Muitas oferecem garantia estendida pelos produtos que compra com elas. Novas, facilitam certas transações através do serviço de atendimento a clientes. Esse valor adicionado não está presente nos cartões de débito.
Em conclusão: Débito x Crédito
Por todo o apresentado, pessoalmente, prefiro usar o cartão de crédito. Contudo cada leitor (e ninguém mais do que ele ou ela) podes solucionar qual é o mais apropriado para sua situação. Se tú preferir utilizar cartões de débito, visto que isso te traz conforto, vá em frente!. Apenas sugerimos que tome tuas precauções.

4 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.